top of page
Search
  • benedictojunior197

LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS EM ANÁPOLIS DEVEM EXPLODIR JÁ NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2024


foto: Divulgação


Informações foram divulgadas durante a mostra dos resultados de pesquisa encomendada pelo Sinduscon


Por Davi Galvão - 17 de dezembro de 2023


Apesar da desaceleração do número de lançamentos e vendas no mercado imobiliário anapolino em 2023, a previsão é de que, já para o primeiro semestre do próximo ano, o número de unidades inauguradas volte a crescer em peso.


As informações são da pesquisa trimestral dos dados do mercado imobiliário, encomendada pelo Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário (Sinduscon) de Anápolis.


Conforme demonstrado, o lançamento de unidades em condomínios verticais na cidade recuou na comparação feita entre o primeiro e o segundo semestre de 2023 em 24,6%, assim como o número de vendas no mesmo período, que foi de 28% a menos.


Além disso, segundo o gestor comercial imobiliário e curador da pesquisa, Rafael Brandão, essa redução nas vendas é consequência direta da falta de estoque de imóveis à disposição, fator este que ocorre justamente pela desaceleração dos lançamentos.


Assim, para suprir a demanda, a previsão é de que o mercado imobiliário comece a reagir já no primeiro semestre de 2024.


“O que está acontecendo é que muitos clientes vão procurar imóveis para comprar e, quando percebem que não há tantas opções disponíveis, acabam postergando a decisão. A gente pretende justamente trabalhar nisso, aumentando esse estoque de opções com muitos lançamentos, o que por sua vez deve alavancar as vendas”, afirmou o presidente do Sinduscon, Luiz Antônio Rosa.


Os especialistas também pontuaram que, apesar do número de lançamentos reduzido, a quantidade de empregos na área da construção aumentou por conta da fase das obras – que depende de maior número de profissionais.


Até outubro de 2023, foram registradas 4.758 vagas com carteira assinada, resultado 12,95% a mais do que o observado em 2022, com 3.687 vagas.


24 views0 comments
bottom of page