top of page
Search
  • benedictojunior197

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO: UM COMPROMISSO PERMANENTE


A prevenção de acidentes no ambiente de trabalho vai além de simplesmente fornecer Equipamentos de Proteção Individual e treinamentos em conformidade com as Normas Regulamentadoras. Para garantir um ambiente seguro, as empresas devem investir de forma contínua em Saúde e Segurança do Trabalho (SST), por meio de campanhas de prevenção, treinamentos frequentes e enfatizando a importância dos Diálogos Diários de Segurança.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego e da Revista Proteção, as quedas de altura correspondem a aproximadamente 40% do total de acidentes de trabalho anuais no Brasil, sendo que cerca de 65% desses incidentes ocorrem no setor da construção civil. Alarmantemente, 74% das quedas de altura resultam em fatalidades, restando apenas 26% dos trabalhadores acidentados sobreviventes, frequentemente com sequelas graves.

A negligência no uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) é responsável por 80% dos casos de quedas, enquanto os 20% restantes estão relacionados a falhas nos próprios equipamentos. É relevante observar que a maioria desses acidentes acontece com trabalhadores localizados a uma altura entre 3 e 9 metros.

Nesse sentido, torna-se imprescindível promover campanhas de conscientização e treinamentos voltados à prevenção de quedas, com especial ênfase no conhecimento e aplicação da nova Norma Regulamentadora 35 – Trabalho em Altura, assim como o anexo referente a escadas.

Fator humano:

É importante destacar que a maioria dos acidentes decorre de falhas humanas, sendo bastante comum episódios de descuido por parte dos trabalhadores, mesmo quando a empresa fornece EPIs e treinamentos adequados. Embora a indústria da construção tenha apresentado avanços significativos em termos de SST nas últimas décadas, ainda há espaço para evolução e aprimoramento da gestão da segurança, conforme evidenciado pelos números apresentados.

Todos os setores da atividade econômica precisam se dedicar à melhoria contínua da segurança, uma vez que o Brasil ocupa a preocupante posição de quarto país com maior número de acidentes de trabalho no mundo. É fundamental que ocorra uma mudança de mentalidade e comportamento, pois os acidentes podem ocorrer em empresas de todos os portes.

Dessa forma, cabe tanto aos trabalhadores estarem sempre atentos à sua segurança quanto às empresas investirem de maneira constante na gestão da segurança, incluindo a conscientização de todo o pessoal envolvido.

SINDUSCON ANÁPOLIS & SECONCI ANÁPOLIS (com informações do Ministério do Trabalho e Emprego e Revista Proteção)

10 views0 comments
bottom of page