top of page
Search
  • benedictojunior197

Mercado Imobiliário: Comportamento do Consumidor e Tendências


Números comprovam as potencialidades de Anápolis.


Na noite de segunda-feira (06), ocorreu um encontro organizado pelo Sinduscon Anápolis em parceria com a Brain e a Re/Max Garra Anápolis, com a presença de Anderson Santos Gonçalves, Consultor Centro-Oeste da Brain cujo principal objetivo foi detalhar o comportamento do consumidor e as tendências para 2023 em todo Brasil e também apresentar alguns dados de setor imobiliário em Anápolis, fornecendo informações importantes sobre a atual realidade do mercado imobiliário na cidade.

A Brain é uma empresa especializada em inteligência estratégica para organizações, oferecendo consultorias, pesquisas e estudos com o objetivo de gerar valor por meio de dados e informações qualificadas. A empresa agrega conhecimentos diversos para a construção de soluções aos seus clientes.

Com a casa lotada o presidente do Sinduscon Anápolis, Luís Antônio Oliveira Rosa abriu o encontro ressaltando a importância da pesquisa para o entendimento do mercado imobiliário no Brasil, mas também em Anápolis. Já para Hyana Patrícia Maia, diretora da RE/Max Garra Anápolis e Hugo Machado, Broker e Recrutador de Talentos, o encontro foi uma oportunidade de capacitação para os presentes, principalmente para os corretores, já que o mercado de Anápolis apresenta um grande potencial.


A palestra com o tema "Mercado Imobiliário: Comportamento do Consumidor e Tendências para 2023" foi baseada na pesquisa realizada pela Brain em todo o Brasil, com o monitoramento de mais de 800 cidades, mais de 7000 estudos de mercado, 52.300 pesquisas quantitativas e qualitativas em 2022 e mais de 20.000 empreendimentos na base analisados mensalmente. Os números apresentados foram surpreendentes, especialmente para Anápolis, que precisa de um estudo de mercado mais detalhado.


Anderson Gonçalves destacou a importância do encontro da noite para obter um panorama dos indicadores imobiliários nacionais, com detalhes sobre as aquisições dos últimos meses, a intenção de compra, as características do desejo de compra, aspectos econômicos e emocionais que levam as pessoas a adquirir um imóvel e, por fim, o cenário em Anápolis.

É inegável que 2023 começa com um cenário complexo para o mercado imobiliário. Este ano vem após dois anos de crescimento sem precedentes em nosso segmento, o que coloca uma pressão sobre as empresas para manter o volume do último biênio.


Em 2021, que foi o melhor ano da história em vendas, os incorporadores foram incentivados a aumentar o volume de lançamentos em 2022. De fato, esses lançamentos tiveram boa absorção ao longo do ano, mas o mercado nacional registrou uma queda após cinco anos de crescimento.


Ao observar a curva do acumulado das unidades lançadas desde 2017, podemos ter uma visão clara dessa evolução. Naquele ano, foram lançadas 144.000 unidades, aumentando para 184.000 em 2018/2019, para 240.000 em 2020 e para 323.000 em 2021, um aumento de 34%.


De acordo com levantamentos da Brain e da CBIC, o volume de lançamentos em termos de número de unidades caiu 8,6%, passando de 323.298 unidades em 2021 para 295.447 em 2022. Por outro lado, houve uma ligeira alta no Valor Geral de Lançamentos (VGL), de R$145 bilhões para R$147 bilhões entre os dois anos, o que representa uma clara recuperação dos preços dos imóveis.


Apesar das desconfianças iniciais, os resultados comprovam que as vendas apresentaram um número consistente nos últimos 12 meses, destacando-se os estados do norte do Brasil e, para o centro-oeste, as projeções são muito positivas para o mercado imobiliário em 2023.

Focando na pesquisa de Anápolis, segundo Anderson Gonçalves, o município apresenta uma intenção de compra de imóveis de 43%, enquanto a média geral é de 31%. Isso significa que o cliente está apenas esperando a melhor oportunidade para fechar um negócio, pesquisando dados e informações para fazer suas melhores escolhas em, no máximo, duas visitas a stands e imobiliárias. Por fim, as construtoras de Anápolis têm feito um trabalho excepcional, já que a intenção de compra é muito acima da média nacional.


O evento contou ainda com a presença Elma Aparecida Inácio da Silva, Superintendente Executiva de Habitação Norte de Goiás/CEF, Álvaro Maia, presidente da ACIA, Karim Kozak, presidente da AIA, além de empresários e diretores das principais construtoras de Anápolis, imobiliárias e corretores.


Para ter acesso ao vídeo completo do encontro com todas as informações da reunião acesse nosso perfil do Instagram em @sindusconaps Sinduscon Anápolis

29 views0 comments

Comments


bottom of page